Sérgio Cabral chega em cadeira de roda para depor à Justiça Federal
  • Compartilhe:

Nesta segunda-feira (20), o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, prestou um novo depoimento à Justiça Federal, marcando seu primeiro interrogatório após ser transferido para prisão domiciliar. Cabral foi interrogado no âmbito de um dos processos da Operação Lava Jato, relacionado à acusação de repassar propina ao ex-governador Luiz Fernando Pezão (MDB), que foi […]

Nesta segunda-feira (20), o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, prestou um novo depoimento à Justiça Federal, marcando seu primeiro interrogatório após ser transferido para prisão domiciliar.

Cabral foi interrogado no âmbito de um dos processos da Operação Lava Jato, relacionado à acusação de repassar propina ao ex-governador Luiz Fernando Pezão (MDB), que foi absolvido no caso no ano passado. Embora Cabral tenha sido condenado, a sentença foi anulada, e o caso retornou à primeira instância para um novo julgamento.

Chegando à 7ª Vara Federal Criminal, no Centro do Rio, Cabral estava em uma cadeira de rodas, alegando dificuldade de locomoção devido a três hérnias de disco. Isso contrastava com suas recentes postagens nas redes sociais, onde apareceu em boa forma, compartilhando momentos com a família e dicas de filmes.

Em vídeos, Cabral explicou que tem problemas em três vértebras lombares e afirmou que solicitará à Justiça a retirada da tornozeleira eletrônica para realizar uma ressonância magnética.