Prefeitura de Feira de Santana gasta R$ 500 mil com serviços em prédio abandonado
  • Compartilhe:

A prefeitura de Feira de Santana gastou cerca de R$ 500 mil com serviços para melhorias no prédio usado para abrigar o Centro Integrado de Capacitação e Apoio ao Adolescente e Família (CICAF), fechado há quatro anos. A denúncia foi feita pelo vereador Jhonatas Monteiro (PSOL). De acordo com o edil, o prefeito Colbert Martins (MDB), em […]

A prefeitura de Feira de Santana gastou cerca de R$ 500 mil com serviços para melhorias no prédio usado para abrigar o Centro Integrado de Capacitação e Apoio ao Adolescente e Família (CICAF), fechado há quatro anos.

A denúncia foi feita pelo vereador Jhonatas Monteiro (PSOL). De acordo com o edil, o prefeito Colbert Martins (MDB), em 2019, gasto R$ 74 mil com aluguel de imóvel para o órgão e R$ 431 mil em empresas para fazer serviços de reparos e reformas.

“Para nossa surpresa, quando buscamos informações, descobrimos publicação no Diário Oficial de uma contratação de empresa para reformar o órgão num custo de mais de R$ 300 mil. Em 2023, constatamos que continuava completamente abandonado”, disse o vereador.

Em 2020, o valor gasto para melhorias no local seria de R$ 119 mil. Em 2022, a quantia foi de R$ 312.

No mês passado, o Ministério Público do Estado da Bahia foi acionado para que o caso fosse investigado.

“Não se trata de qualquer coisa. Em 2015, a própria Prefeitura gabava-se de que ao menos 15 mil pessoas tinham sido formadas naquele espaço, que agora está totalmente abandonado”, destacou.

A equipe do BNews entrou em contato com a prefeitura de Feira de Santana, mas até o momento não houve retorno.

Fonte: BNews