Prefeito de Irecê desobedece ordem da Justiça e afirma “que a obra vai continuar do mesmo jeito”
  • Compartilhe:

Após a prefeitura estar sendo acusada por uma Ação Civil Pública do Ministério Público Estadual por irregularidades em uma licitação para a construção da Estação de Transbordo, (leia aqui) o prefeito Elmo Vaz (PSB) afirmou – em áudio pulicado nas redes sociais, que não irá suspender a obra. A ordem partiu da juíza Andreia Neves […]

Após a prefeitura estar sendo acusada por uma Ação Civil Pública do Ministério Público Estadual por irregularidades em uma licitação para a construção da Estação de Transbordo, (leia aqui) o prefeito Elmo Vaz (PSB) afirmou – em áudio pulicado nas redes sociais, que não irá suspender a obra.

A ordem partiu da juíza Andreia Neves Cerqueira, da Vara da Fazenda Pública do município, na última sexta-feira, 24, que o gestor Elmo Vaz (PSB) suspendesse a obra. “Aqui não tem nada errado, pode ter certeza que a obra vai continuar do mesmo jeito”.

Em seu áudio Elmo Vaz afirmou que o município irá recorrer da decisão e que se a suspensão do leilão for mantida, o município realizará outro leilão.

Em outro trecho de seu áudio o prefeito tenta criar – em cima de uma decisão da justiça, uma narrativa política. “(…) A intenção deles da oposição, era interromper a obra. Isso infelizmente não vai acontecer. Não pode e não vai acontecer, por que a obra é pública. Nós estamos fazendo a obra com recurso público”, disse em seu áudio o prefeito de Irecê, Elmo Vaz.

Segue áudio do prefeito Elmo Vaz na integra: