Lula chama de “monstros” bebês que nascem após estupro
  • Compartilhe:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou nesta terça (18) que o Congresso esteja discutindo o projeto de lei antiaborto, que equipara o procedimento realizado após a 22ª semana com o crime de homicídio. Ele reafirmou ser contra a prática e afirmou que bebês que nascem de um ato de estupro são como […]

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou nesta terça (18) que o Congresso esteja discutindo o projeto de lei antiaborto, que equipara o procedimento realizado após a 22ª semana com o crime de homicídio. Ele reafirmou ser contra a prática e afirmou que bebês que nascem de um ato de estupro são como “monstros”.

A discussão teve o regime de urgência na Câmara dos Deputados aprovado na semana passada e agora está pendente da decisão do presidente da casa, Arthur Lira (PP-AL), de pautá-la para votação no plenário. O avanço do projeto passou a ser fortemente criticado por movimentos sociais e parte da mídia, e já há negociações no Legislativo para adiar a votação para após as eleições municipais.