Irecê lidera gastos com São João e desembolsa R$ 5,5 milhões
  • Compartilhe:

Cidade terá nove dias de festa, com shows da dupla Bruno e Marrone, Murilo Huff e Leo Santana A prefeitura de Irecê, localizada no centro-norte do estado, lidera, até o momento, a lista de cidades que mais gastaram com a contratação de artistas e ornamentação para os festejos juninos, segundo mostra os dados do painel […]

Cidade terá nove dias de festa, com shows da dupla Bruno e Marrone, Murilo Huff e Leo Santana

A prefeitura de Irecê, localizada no centro-norte do estado, lidera, até o momento, a lista de cidades que mais gastaram com a contratação de artistas e ornamentação para os festejos juninos, segundo mostra os dados do painel da Transparência Junina, disponibilizado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).

A cidade, sob administração de Elmo Vaz (PSB), está desembolsando R$ 5,5 milhões para nove dias de festa, que será aberta no próximo dia 15 deste mês e segue até o dia 24, quando é celebrado o São João.

Ao todo, a gestão municipal contratou 25 atrações. Entre os nomes conhecidos pelo público que irão se apresentar no evento estão: Bruno e Marrone, por R$ 650 mil; Murilo Huff, R$ 380 mil; Solange Almeida, por R$ 300 mil; Raça Negra, por R$ 470 mil; Leo Santana*, por R$ 450 mil; Timbalada, por R$ 200 mil.

Além de outros cantores como Filipe Aladin*, de Feira de Santana, por R$ 50 mil; Sandra de Sá,R$ 85 mil; Alexandre Leão, R$ 30 mil e Forrozão Sela Vaqueira: R$ 60 mil.

Com a diferença de apenas R$ 178 mil, o segundo lugar neste rol de cidades que mais gastaram está Jequié, que desembolsará R$ 5,3 milhões, para dez dias de festa, com 20 atrações.

O município, sob comando de Zé Cocá (PP), investiu nos seguintes nomes: Adelmário Coelho; Amado Batista; Bruno e Marrone; Kevi Johnny; Eric Land; Leonardo; Xand Avião; Mastruz com Leite e Zé Vaqueiro.

O cachê mais caro entre os artistas contratados pela cidade do Sol são os cantores Leonardo, que se apresenta no dia 21, e Zé Neto e Cristiano, no dia 24, ambos por R$ 650 mil.

Na terceira posição, aparece a prefeitura de Cruz da Almas, sob batuta de Ednaldo Ribeiro (Republicanos), que está gastando R$ 5,1 milhões.

Fonte: A Tarde