AstraZeneca encerra produção e distribuição da vacina contra a Covid-19
  • Compartilhe:

O grupo farmacêutico britânico AstraZeneca anunciou nesta quarta-feira (8) o fim das vendas de sua vacina contra a Covid Vaxzevria, uma das primeiras produzidas na pandemia, alegado “razões comerciais” e um excedente de vacinas atualizadas. “Como desde então foram desenvolvidas múltiplas vacinas contra variantes da Covid-19, há um excedente de vacinas atualizadas disponíveis. Isto levou a uma queda na demanda pela […]

O grupo farmacêutico britânico AstraZeneca anunciou nesta quarta-feira (8) o fim das vendas de sua vacina contra a Covid Vaxzevria, uma das primeiras produzidas na pandemia, alegado “razões comerciais” e um excedente de vacinas atualizadas. “Como desde então foram desenvolvidas múltiplas vacinas contra variantes da Covid-19, há um excedente de vacinas atualizadas disponíveis. Isto levou a uma queda na demanda pela Vaxzevria, que não está sendo mais produzida ou fornecida”, afirmou o grupo em um comunicado. O anúncio da empresa acontece após o pedido de retirada voluntário feito em 5 de março, que entrou em vigor nesta terça-feira (7). No Brasil, a vacina da AstraZeneca é produzida pela Fiocruz após transferência de tecnologia formalizado em junho de 2021.

farmacêutica diz ainda que vai trabalhar com os órgãos reguladores e parceiros para alinhar a conclusão dessa etapa de enfrentamento à pandemia. “De acordo com estimativas independentes, mais de 6,5 milhões de vidas foram salvas só no primeiro ano de utilização e mais de três bilhões de doses foram distribuídas”, diz a nota da empresa. “O nosso trabalho foi reconhecido pelos governos de todo o mundo e é amplamente considerado como tendo sido um componente crítico para acabar com a pandemia global”. A primeira dose do imunizante foi aplicada no país em fevereiro de 2022.